‘Paquistão deveria ter impedido ação dos EUA’

Para analista político paquistanês, Exército protege o país dos interesses americanos na luta contra o Taleban

 

BEIRUTE – O fato de Osama bin Laden ter sido encontrado pelos americanos a 60 km de Islamabad e a 1 km da importante Academia Militar de Abottabad pode levar a duas interpretações: o serviço secreto e os militares paquistaneses o estavam protegendo ou são mal informados. Mas não há, até agora, evidências de que as forças de segurança paquistanesas apoiem a Al-Qaeda e outros grupos terroristas, incluindo o Taleban no Paquistão. Assim como a população, o establishment de segurança apoia a resistência do Taleban contra a ocupação americana no Afeganistão. 

A análise é do professor de relações internacionais Ijaz Hussein, da Universidade Quaid-i-Azam, em Islamabad. Em entrevista ao Estado, pelo telefone, Hussein lembra que Omar Patek, líder do grupo terrorista Jemah Islamiya responsabilizado pelo atentado de Bali, na Indonésia, em 2002, também estava em Abottabad quando foi localizado em janeiro pelos americanos – e não pelos paquistaneses. Havia uma recompensa de US$ 1 milhão para ele.

Hussein, que fez mestrado na Sorbonne e doutorado na Universidade de Nice, na França, diz que os quatro helicópteros americanos que entraram no Paquistão sem autorização para a ação deveriam ter sido abatidos. “Os americanos pensam que podem fazer o que querem”, adverte. “Deveríamos perseguir os nossos interesses nacionais.”

O que o local do esconderijo de Bin Laden nos diz sobre a situação política no Paquistão?

Não está claro se o governo sabia ou não onde ele estava. Esse caso pode ter duas interpretações diferentes: uma, a de que o ISI (Inter-Services Intelligence, o serviço secreto paquistanês) sabia e ficou quieto, não porque goste de Bin Laden. Ele era o inimigo número 1 do Paquistão. Disso não há a menor dúvida. A outra interpretação é a de que o ISI não sabia. E então, é uma questão de bom senso: por que não sabia? Você se lembra da forma como Omar Patek foi preso? Ele também estava em Abottabad e o ISI não sabia. Foram os americanos que lhes informaram.

Mas o establishment militar e de inteligência apoia o governo civil do presidente Asif Ali Zardari ou continua sendo um Estado dentro do Estado?

Eles apoiam o governo civil. O problema é que Zardari é incapaz de governar e ainda por cima se vende para os Estados Unidos. O Exército se considera em melhor posição para proteger os interesses paquistaneses da ingerência americana. Você é brasileiro. Sabe muito bem como os Estados Unidos agem. As forças de segurança criaram um nicho para resistir às pressões americanas. Esse governo está corroído. Todo mundo ficaria feliz se ele fosse embora.

Seria a volta de uma ditadura militar?

Nós não apoiamos os militares. Veja o que aconteceu na Turquia. A situação lá era muito semelhante. O Exército tinha muita presença no governo e no Parlamento. Mas por meio de uma boa gestão o governo superou o Exército.

Historicamente o establishment de segurança paquistanês usa grupos terroristas para pressionar e chantagear a Índia. Não continua fazendo isso?

Eles usaram no passado, mas não há evidências de que o estejam fazendo neste momento. Pode ser que venham a usar no futuro.

Quais as consequências da morte de Bin Laden para o Paquistão?

Depende da conclusão a que os americanos chegarem: se o ISI estava protegendo Bin Landen ou se foi incompetente. O Paquistão é que deveria rever sua posição. Quatro helicópteros entraram em território paquistanês sem autorização para a ação. Eles deveriam ter sido derrubados. Isso é muito perigoso. Os americanos pensam que podem fazer o que querem. O Paquistão deveria interromper as linhas de suprimento da Otan (que passam pelo Paquistão rumo ao Afeganistão). O Paquistão pode viver sem ajuda americana. Somos um povo resiliente. Veja bem, estamos muito felizes com a morte de Bin Laden.

Zardari está firme no governo?

Sim, é um governo de coalizão, que tem suficiente apoio no Parlamento para sobreviver. Mas é o governo mais incompetente que já tivemos. Para os americanos não importa se o governo é democrático ou ditatorial, desde que faça o que eles querem. Deveríamos perseguir os nossos interesses nacionais.

A Al-Qaeda sai enfraquecida pela morte de Bin Laden?

Sim, ela foi desmoralizada. Eles são maus. O Paquistão foi o que mais sofreu com eles. Nem a rede de inteligência nem a opinião pública apoia a Al-Qaeda. Talvez apenas alguns grupos religiosos pequenos.

Mas quadros do ISI apoiam o Taleban no Paquistão?

 

Eles apoiaram o Taleban por causa do que os Estados Unidos estão fazendo no Afeganistão. O que há de errado nisso? Temos de apoiar o Taleban no Afeganistão. Não para atacar as tropas americanas, mas politicamente.

Deixe o seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*