Tunísia

Tunísia

Governo mantém imãs sob controle

  TÚNIS — Há um consenso entre o governo e a opinião pública de que o radicalismo islâmico é “antidemocrático, intolerante e perigoso”, confirma Brahim Labassi, o redator-chefe do mais importante jornal em língua francesa na Tunísia, La Presse.